As cinco terras da Ligúria

A costa rochosa da Ligúria abriga cinco charmosos vilarejos que, em 1997, passaram a fazer parte da lista de Patrimônios da Humanidade da UNESCO. Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore ficam na beira do penhasco, de frente para o azulado mar Mediterrâneo e são permeadas de casinhas coloridas.

Os povoados, considerados um destino romântico, são ligados por uma trilha ecológica, a Via dell’Amore (Caminho dos Amantes), de 12km – ela pode ser percorrida a pé.

riomaggiore.jpg
Vista do alto de Riomaggiore

Em geral, os vilarejos são parecidos entre si. As vias são estreitas e íngremes e o povo, majoritariamente idoso, bastante simpático. Há pontos de contemplação no alto dos vilarejos para observar o Mediterrâneos e as casinhas de cima – aliás, o legal em Cinque Terre é poder apreciar a paisagem de vários ângulos distintos.  Na encosta da montanha há plantações de uva, que dão origem ao famoso vinho branco de Cinque Terre. Por lá, o molho pesto, típico da região da Ligúria e produzido a partir do manjericão, marca presença em quase todos os restaurantes.

cinque-terre-monterosso
Monterosso é o único vilarejo com uma praia, onde é possível colocar os pés no Mediterrâneo

Como ir

As opções de transporte para Cinque Terre são: carro, trem ou barco.

De carro, o acesso é por Monterosso e Riomaggiore – isso porque ambos estão nas extremidades. Vale lembrar que dentro dos vilarejos não é permitido entrar com veículos, estes devem ficar em estacionamentos.

O trem chega nos cinco povoados, o percurso para Cinque Terre é o Gênova-La Spezia.

Há diversas companhias que fazem passeios marítimos para Cinque Terre a partir de outras cidades, como Gênova. Além disso, nos próprios vilarejos há vários passeios de barcos entre os povoados, eles podem ser fechados na hora e essa é uma ótima forma de observar Cinque Terre do mar!

cinque-terre-vista

Hospedagem

Em Cinque Terre os preços são salgados e não chove muita opção de hospedagem. Então é bastante válido se hospedar nas cidades próximas, até mesmo em Gênova. Outra alternativa é ficar em Rapallo – uma linda e agradável cidade litorânea ao norte dos vilarejos (o trajeto de trem não passa de 40 minutos).

Acho importante pontuar que, apesar de cada um ter seu ritmo de viagem, dá para visitar Cinque Terre com tranquilidade em um único dia, mas para isso é fundamental chegar na região logo de manhã.

Serviço:

Site

Capa:

Ilya Orehov

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s