Hong Kong: Big Buda e Ngong Ping 360 Cable Car

Muito antes da Disneyland a ilha de Lantau já abrigava o monastério Po Lin, que é hoje o principal centro budista de Hong Kong. Entretanto, a popularidade do monastério se deu somente no fim do século XX, quando o Tian Tan Buddha, ou simplesmente Big Buda, foi inaugurado. Para facilitar o acesso dos visitantes ao Buda, um esplendido teleférico, que corta floresta e mar, foi instalado na ilha de Lantau: o Ngong Ping 360 Cable Car.

Ngong Ping 360 Cable Car

A forma mais charmosa de chegar ao Big Buda é, sem dúvida, o teleférico. Presente na ilha desde 2006, o Ngong Ping 360 liga a estação de Tung Chung ao vilarejo de Ngong Ping, onde repousa o Tian Tan Buddha.

O trajeto dura mais ou menos 20 minutos e pode ser feito de duas formas: Standard Cabin ou Crystal Cabin. A primeira é uma cabine normal de teleférico; já a segunda é uma cabine todinha de vidro, possibilitando também uma visão do chão! Caso você tenha medo de altura, melhor não se aventurar pela Crystal Cabin.

Apesar do valor salgado o Ngong Ping 360 Cable Car vale muito a pena! Os 6km percorridos entre a estação e o vilarejo são repletos de vistas deslumbrantes, que rendem lindas fotografias, inclusive do Buda e do Aeroporto Internacional de Hong Kong.

Há diversas opções de ingresso na bilheteria e você pode conferi-las aqui. Há a possibilidade de comprar ida/ volta na Crystal Cabin ou na Standard Cabin; também é possível comprar ida na Crystal e volta na comum, ou vice-versa.

Atenção: o passeio na Crystal Cabin é, obviamente, mais caro; crianças (3-11) e idosos (+65) pagam um valor menor pelo ingresso.

Visite o site do Ngong Ping 360 Cable Car aqui.

Ngong Ping

Ngong Ping é um pequeno vilarejo estabelecido em meio às montanhas da ilha de Lantau. O lugar é, atualmente, porta de entrada para Po Lin e para o Big Buda,  concentrando, assim, um grande número de transeuntes.

A vila de Ngong Ping possui diversas placas indicativas para o monastério de Po Lin, portanto é muito fácil encontrar a entrada – seguir o fluxo de pessoas é também uma alternativa infalível para adentrar Po Lin.

O vilarejo é abastecido com restaurantes, cafeterias e diversas lojinhas de artesanato. Os preços são salgados, mas com certeza vale a pena perder um tempinho olhando as coisas  por lá. Além disso, logo na saída do Ngong Ping 360 Cable Car há uma exposição gratuita e ao ar livre de cabines de teleférico – uma delas é pintada com a bandeira do Brasil.

O monastério

Presente na ilha desde o início do século XX, o monastério Po Lin, cujo nome significa “lótus preciosa”, nasceu quando três monges chineses encantaram-se pelo território montanhoso de Lantau e decidiram construir ali seu refúgio.

Para entrar no monastério é necessário passar por um corredor ao ar livre decorado com a imagem dos Doze Generais Divinos. É possível, então, seguir caminho para as construções ou para a escadaria que leva ao Buda.

A arquitetura imponente e colorida dos prédios que compõe o monastério não passa despercebida. Com certeza vale a pena gastar um tempinho não só apreciando as construções presentes em Po Lin, mas também admirando os jardins do monastério.

Entrar no complexo que engloba o monastério e o Buda é gratuito e você pode ficar por lá o tempo que quiser. Entretanto, para visitar mais a fundo os halls, é necessário pagar uma taxa. Além disso, não é permitido fotografar dentro de alguns espaços, por isso fique atento às placas.

Antes de ponto turístico, o monastério Po Lin é um local sagrado e de reza para budistas – é muito comum ver pessoas acendendo incensos e rezando por lá. Portanto, é importante respeitar as regras do local, bem como seus rituais.

O monastério funciona das 9h às 18h.

nikita-andreev-474608-unsplash
Via

O Buda

Forjada a partir do bronze, a imagem de 34 metros de altura do Buda sentado sobre uma flor de lótus reluz quando tocada pelos raios de Sol e encanta qualquer um. Inaugurado em 1993, o Tian Tan Buddha, ou simplesmente Big Buda, consagrou-se como uma das maiores estátuas de Buda do mundo e hoje atrai peregrinos de todas as partes do globo para o monastério de Po Lin. A estátua é uma extensão do monastério e foi um presente do governo de Hong Kong.

O Buda representa a harmonia entre os homens e a natureza. Ele está sentado sobre uma flor de lótus, o símbolo budista da pureza. Voltado para o norte e com a mão direita erguida, o Buda proteje e abençoa o povo chinês. No peito do Buda é possível observar a suástica invertida, símbolo budista que significa sorte. Ele também está cercado por seis Bodhisattvas, seres que auxiliam os mortais a alcançar a iluminação – para boa sorte, jogue uma moeda em suas mãos.

Só após subir 298 degraus que você pode contemplar de perto o imponente Buda sentado em seu pedestal. Vale pontuar que a vista é linda e rende várias fotos.

Dica: suba a escadaria com calma e leve uma garrafa d’água.

O Big Buda pode ser visitado das 10h às 18h.

jason-cooper-482297-unsplash
Via

Como chegar

A forma mais simples de chegar à ilha de Lantau e ao Cable Car é o metrô. Vale lembrar que as estações em Hong Kong são gigantes, porém muito bem sinalizadas. É realmente muito difícil se perder.

Trajeto a partir da estação Central/ Hong Kong sentido Tung Chung Line -> descer na estação Tung Chung.

A estação Tung Chung possui placas indicativas (saída B) para o Ngong Ping 360 Cable Car.

Aqui você pode conferir o mapa do complexo metroviário de Hong Kong.

É importante ressaltar que o Cable Car não é o único meio para chegar ao monastério de Po Lin e ao Buda, consequentemente. Na estação Tung Chung há ônibus que levam até a vila de Ngong Ping – o trajeto tem duração de uns 40 minutos e é operado pela New Lantau Bus (ônibus 23 de Tung Chung Town Centre), basta seguir as placas indicativas na estação (saída B).

Outra opção é ir para a ilha de Lantau com um Ferry. As embarcações saem do Central Pier 6 sentido Mui Wo. O tempo de viagem com o Ferry, bem como o preço, varia de acordo com o tipo de embarcação. Em Mui Wo há ônibus operados pela New Lantau Bus com destino à Ngong Ping (ônibus 2 para Ngong Ping Village) – o trajeto também tem duração de uns 40 minutos.

Capa:

Jason Cooper

2 comentários sobre “Hong Kong: Big Buda e Ngong Ping 360 Cable Car

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s